• Mar
    29
    20h

Mozart, Strauss

Teatro Nacional de São Carlos , Lisboa
bilhetes

Sinopse

O Adagio e allegro em Fá menor, K.594, o Andante em Fá maior, K.616e a Fantasia em Fá maior, K.608 são as três únicas peças que Wolfgang Amadeus Mozart escreveu no final da vida para orgelwalzen, um órgão mecânico ou relógio musical. As duas primeiras foram encomenda do conde Josef von Strietz para serem interpretadas como música fúnebre, enquanto que a Fantasia, menos solene, foi escrita para o conde Josef Deym, grande entusiasta de relógios mecânicos. Ouviremos estas peças transcritas para sopros. A ópera Idomeneo foi composta no inverno de 1780 e estreada em Munique no ano seguinte dirigida pelo próprio Mozart, então com 25 anos. Mozart pensava poder interpolar música de bailado na ópera. Porém, ao trabalhar na partitura, tornou-se óbvio que a ópera ficaria demasiado longa, pelo que é raramente interpretada em cena. A Sonatina n.º2 em Mi bemol maior de Richard Strauss foi escrita aos 80 anos, num dos momentos mais infelizes da vida do compositor, então no rescaldo da Segunda Guerra Mundial. Com quatro andamentos e estreada em 1946, é uma das peças mais emblemáticas para agrupamentos de sopro.

Ficha Técnica

Oboé | Stefan Chilli

 

Orquestra Sinfónica Portuguesa
Maestrina Titular | Joana Carneiro

Programa

Wolfgang Amadeus Mozart {1756-1791} | Adagio e Alegro em Fá menor, k.594

Wolfgang Amadeus Mozart {1756-1791} | Andante em Fá maior, k.616

Wolfgang Amadeus Mozart {1756-1791} | Fantasia em Fá menor, k.608

Wolfgang Amadeus Mozart {1756-1791} | Música para Bailado da Ópera Idomeneo, k.367

Richard Strauss {1864-1949} | Sonatina n.º2 em Mi Bemol maior ‘Fröhliche Werkstatt’

Adquira o seu bilhete aqui:

bilhetes